segunda-feira, 20 de abril de 2015

Apresentado o novo MSC Meraviglia

Hoje foi apresentado o novo MSC Meraviglia o primeiro navio da classe vista da frota MSC Cruises, cuja construção , com a cerimônia de corte da primeira placa , começou hoje no estaleiro STX em Saint- Nazaire , França . Assim começa o primeiro passo de um plano de investimento de 5 bilhões de euros que começará a apontar para a duplicação da frota MSC Cruzeiros em 2022 .
O navio MSC Meraviglia  será um dos navios mais respeitadores do ambiente , todos sector de cruzeiros o mais seguro e mais avançado tecnologicamente. Em poucas semanas já vai ser possível começar a reservar o seu cruzeiro a bordo deste navio incrível que vai trazer convidados para os destinos mais espetaculares do mundo cercado pelo conforto e estilo inconfundível MSC Cruises.
 MSC Meraviglia contará com muitas inovações tecnológicas, como a " comunicação de campo próximo ", que irá permitir que os convidados para fazer pagamentos a bordo, acessar suas cabines e localizar as crianças a bordo através do seu cartão de cruzeiro , smartphone ou uma pulseira. Outra característica impressionante é a tela de LED de 480 metros quadrados que cobrem todo o teto do passeio dentro do navio . Como um céu digital, o tempo com tela de LED vai transmitir imagens e vistas envolventes dia e noite - incluindo os eventos agendados - criando diferentes atmosferas , a qualquer momento de grande impacto . Images STX France.

1 comentário:

Luis Miguel Correia disse...

Fico muito animado com a perspectiva de a MSC ir encher de convidados este super-navio maravilhoso, mas depois mais à frente no texto noto que os convidados terão de pagar.

Novos significados linguísticos no entendimento do Português?

Vejo aqui uma confusão influenciada pela utilização da palavra "guests" a torto e a direito pelos americanos quando se referem aos seus clientes em hoteis e navios de cruzeiros, mas para sermos correctos temos de traduzir estes "convidados" por "convidados pagantes" e convém não esquecer que neste nosso século XXI tudo se paga...

Bem melhor o termo tradicional de "PASSAGEIROS"

Cumprimentos aos leitores e ao Sérgio do Luís Miguel Correia