terça-feira, 20 de agosto de 2019

Navios Militares chegaram hoje ao Funchal

Hoje chegou ao Porto do Funchal, três navios militares com o regresso da regata os veleiros NRP Polar e NRP Zarco, da Marinha Portuguesa, que chegaram pelas 7h45m, proveniente de Las Palmas e pelas 13h30m, chegou a corveta "CV Barroso" (V-34) da Marinha do Brasil.
A corveta brasileira "Barroso" teve a sua proveniência do porto de Natal no Brasil, tendo iniciado esta viagem na base Naval de Rio de Janeiro, para entregar na UNIFIL ( Força Interina das Nações Unidas do Libano), fez hoje a sua escala na ilha da Madeira para reabastecimento e descanso de tripulação, antes de rumar a Toulon, na França no dia 23 deste mês.
O seu destino final é Beirute no Líbano que tem previsto chegada a 7 de Setembro, numa missão para garantir a paz e da segurança nas águas territoriais Libanesas. 
Text and images copyrights; Texto e imagens com direitos reservados; Sergio Ferreira-Funchal.

segunda-feira, 19 de agosto de 2019

Ferry de Verão na Madeira


Chegada semanal do ferry Volcán de Timanfaya, da companhia Naviera Armas em regime de fretamento do operador português Empresa de Navegação Madeirense para a operação de Verão.
O Volcán de Timanfaya teve a sua chegada pelas 9h, proveniente de Canárias e rumou pelas 10h40m, ao porto de Portimão em Algarve.
Text and images copyrights; Texto e imagens com direitos reservados; Sergio Ferreira-Funchal.

domingo, 18 de agosto de 2019

Luxuoso Riviera em Cartagena, Espanha

 Na sua viagem de 14 dias, o navio de luxo Riviera da companhia Oceania Cruises atracou no Porto de Cartagena, em Espanha.
  Chegou pelas 10h, proveniente de Barcelona e rumou pelas 19h, com destino a Málaga.
 Text and images copyrights; Texto e imagens com direitos reservados; Michael Smith, Cartagena, Espanha.




NRP Zarco

O veleiros NRP Zarco é uma embarcação da Marinha Portuguesa atribuídas à Escola Naval, para efeitos de instrução no mar e aprofundamento do espírito de corpo e de missão dos cadetes.
 O NRP Zarco é muito especial devido a ligação ao Arquipélago da Madeira, por diversas razões já referidas anteriormente neste blog, além o nome no casco ser dum navegador e povoador Madeira. Este veleiro tem 2 mastros, um deslocamento 60 toneladas,  comprimento 23m, boca de 5,6m, um calado 3m, uma guarnição de 7 elementos e pode atingir uma  velocidade máxima 12 nós.

O N.R.P Zarco foi desenhado pelo arquiteto naval e designer holandês Peter Sijm e construído em 1983 nos estaleiros Jachtwerf Jongert BV situados em Medemblik na Holanda, tendo tido vários proprietários até 2007, ano em que foi registado em Espanha com o nome “Blaus VII”. Em 3 de julho de 2015, o “Blaus VII” foi aumentado ao efectivo dos navios da Marinha Portuguesa e rebaptizado como N.R.P Zarco,  nome do navegador e povoador da Madeira, João Gonçalo Zarco

A Marinha Portuguesa colocou o brasão de armas dos Câmaras, apelido assumido por João Gonçalves Zarco em 1460. Tanto as armas como o apelido da família de Câmara de Lobos foram concedidas por D. Afonso V ao cavaleiro da casa do Infante D. Henrique, que doravante passou a designar-se João Gonçalves da Câmara (de Lobos). Foi este navegador quem atribuiu a designação Câmara de Lobos àquela povoação da ilha da Madeira.
Actualmente o veleiro NRP Zarco tem ao comando o Capitão Tenente Humberto Santos Rocha, que está desde 7 de Janeiro deste ano, a quem agradeço a visita a bordo deste belo veleiro da Marinha Portuguesa, com a sua gentil guarnição de sete elementos a bordo. 
Text and images copyrights; Texto e imagens com direitos reservados; Sergio Ferreira-Funchal.


sábado, 17 de agosto de 2019

NRP Polar

NRP Polar ou NE Polar é um navio escola da Marinha Portuguesa, utilizado para a instrução de cadetes da Escola Naval.
O comandante da embarcação NRP Polar, é o capitão-tenente João Neves Simões, desde qual agradeço o convite de estar a bordo deste magnifico veleiro da Marinha Portuguesa e toda a gentiliza da sua guarnição de 17 elementos.

O navio-escola Polar (ex "ANNE LINDE"), foi construído em 1977 nos estaleiros Phoenix B. V., Westerbroeck, em Roterdão, teve o seu primeiro registo em Viersen (RFA) e foi usado em cruzeiros até 1982. O Polar foi incorporado na Marinha Portuguesa em 21 de outubro de 1983.
 O navio-escola Polar é uma réplica do famoso iate América que atravessou o Atlântico para vencer a 100 Guinea Cup, em 1851, dando o seu nome ao troféu mais cobiçado do mundo. 
 Em 1983 foi adquirido pela «Windjammer fur Hamburg» para ser entregue à Marinha como contrapartida pela cedência da "Sagres I".  
O NRP Polar  efectuou a sua primeira missão em abril de 1985, depois de um longo período de fabricos, substituindo, na instrução de cadetes da Escola Naval, o palhabote Sirius (1876), antigo iate real que o Rei D. Luís oferecera à Rainha D. Maria Pia. 
A bordo do Polar, os Cadetes e Aspirantes da Escola Naval têm a possibilidade de pôr em prática os conhecimentos adquiridos, especialmente nas áreas da navegação, marinharia e adaptação à vida no mar.
 Text and images copyrights; Texto e imagens com direitos reservados; Sergio Ferreira-Funchal.